fbpx

Estudantes de Psicologia visitam Museu da Loucura

por: comunicacao / há 2 meses

Localizado em Barbacena, Minas Gerais, o antigo Hospital Colônia é conhecido por sediar o “holocausto brasileiro”

Os estudantes de Psicologia da Faculdade UMFG, de Cianorte, visitaram, no último mês, um local que marcou a história do tratamento psiquiátrico no país. Eles conheceram o antigo Hospital Colônia de Barbacena, em Minas Gerais, que hoje abriga o Museu da Loucura. O espaço é conhecido por, a partir de 1922, ter acolhido pacientes com transtornos mentais e por ter sido palco do que muitos conhecem por “holocausto brasileiro”.

“A partir de uma visita como essa é possível aprender na prática muitas das teorias que vemos em sala de aula e principalmente de falarmos a respeito da importância da luta antimanicomial”, relata a coordenadora do curso de Psicologia, Karen Venâncio, que completa reforçando a importância de explorar a história da saúde mental. “Isso contribui para que os estudantes compreendam as mudanças nos tratamentos psiquiátricos ao longo do tempo e reflitam sobre as práticas atuais em saúde mental”, finaliza.

O Museu da Loucura está situado no antigo Hospital Colônia, que funcionou como um hospital psiquiátrico durante boa parte do século XX. A instituição abrigava pacientes com transtornos mentais e a visita ofereceu aos alunos um mergulho profundo nas práticas e condições de que caracterizavam a abordagem da época em relação à saúde mental. Os estudantes, durante toda visita, foram acompanhados por profissionais especializados no assunto.